Fronteira

Brasileiro morto em assalto a joalheria na Bolívia é enterrado em Corumbá

Fonte: Thiago de Souza/TopMídiaNews em 19 de Julho de 2017

Reprodução/G1

Camilo era corumbaense e foi morto em assalto.

Camilo Maldonado Pinto,22, foi enterrado no fim da manhã desta terça-feira (18), em Corumbá. Ele foi morto pela polícia da Bolívia, durante uma tentativa de assalto a uma joalheria em Santa Cruz de La Sierra, na semana passada.

O corpo chegou à cidade escoltado pela polícia. A mãe do jovem garante que ele não é criminoso e pode ter sido recrutado por um primo boliviano, que fio preso junto com uma mulher.

O suspeito morava com a família em Corumbá e no Brasil tinha passagem pela polícia por agressão e já foi vítima de tentativa de homicídio.

A tentativa de assalto na Bolívia resultou na morte de cinco pessoas, sendo três assaltantes, um policial e uma refém, que foi usada como escudo humano.

Conforme o Diário Corumbaense, o crime chocou os bolivianos e é considerado o mais violento dos últimos 50 anos. O governo afirma que a ação foi coordenada por uma facção criminosa de São Paulo e que agora se expande para países que fazem fronteira com o Brasil.