Meio Ambiente

PMA autua em R$ 15 mil traficante dono de rinha de galos preso pela Polícia Civil em Corumbá

Fonte: Assessoria de Imprensa PMA em 29 de Julho de 2017

Divulgação/PMA

Policiais Militares Ambientais de Corumbá foram acionados pela Polícia Civil, em razão de uma rinha de galos encontrada na residência de um homem preso pro tráfico de drogas. A PMA foi ao local na quinta-feira(27) e verificou a criação e manutenção de 76 animais domésticos da espécie galo-índio (Gallus gallus domesticus) em espaço inadequado. Eles eram mantidos confinados em gaiolas de madeira apertadas com restrição de movimentos, privação de luz solar e circulação aérea inadequada.

Os animais apresentavam diversos ferimentos na crista e peito e 30 estavam com vários ferimentos graves, bem como todas as aves apresentavam-se mutiladas, com as esporas cortadas, sinais característicos de emprego dos animais em rinhas. No local ainda foi encontrada arena que é utilizada para colocar os animais em briga, o que ratifica que o local funcionava como uma rinha. Os animais, caixas e os petrechos artificiais para briga foram apreendidos.

O infrator, de 54 anos, residente no local, foi conduzido à delegacia pela Polícia Civil de Corumbá, juntamente com os animais e materiais apreendidos e responderá por crime ambiental de maus-tratos a animais, além do tráfico de drogas.

A PMA, depois de realizar os levantamentos dos animais que sofreram maus-tratos, realizou na sexta-feira (28) um auto de infração administrativo e aplicou multa de R$ 15.000,00 contra o infrator.