Economia

Pesquisa da Prefeitura traça perfil dos microempreendedores em Corumbá

Fonte: Assessoria PMC em 08 de Agosto de 2017

Em Corumbá, do total de inscritos como microempreendedor individual (MEI) até 2016, 47,25% são homens e 52,75% mulheres. A maioria (30,68%) dos microempreendedores possuiu entre 31 a 40 anos de idade e a principal atividade exercida pelos MEIs é o comércio varejista de artigos de vestuários e acessórios, que responde por 15,37% do total.

Os dados foram obtidos pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural, que divulgou nesta semana a edição 2017 do levantamento "O Microempreendedor Individual em Corumbá - Perfil e Percepções".

A iniciativa tem como principal objetivo acompanhar a evolução do MEI no contexto socioeconômico e, ao mesmo tempo, amparar e dar suporte para que exerçam suas atividades de modo a satisfazer os anseios do consumidor. O estudo ainda apresenta um panorama geral da presença dos microempreendedores no município, com características do seu perfil e as principais atividades econômicas exercidas.

"Em relação à pesquisa feita em 2014, podemos evidenciar que houve um pequeno decréscimo na participação feminina nos negócios. Até o mês de junho de 2014 elas representavam 53% no total de inscritos como MEI", destacou o secretário municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural, Renato Lima.

"Com esse levantamento percebemos também que, em sua maioria, o MEI em Corumbá possui certa maturidade e, ao mesmo tempo, o número de jovens que buscam empreender começa a ser significativo", continuou. Entre todos os empreendedores, 23,34% possuem entre 41 a 50 anos; 16,52% têm entre 51 a 60; e 5,67% têm entre 61 a 70.

Depois do comércio varejista de artigos de vestuários e acessórios, aparecem como principais atividades: comércio varejista de mercadorias em geral (7,10%); cabeleireiros (6,43%); lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares (6,43%) e fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar (4,09%).

Em comparação a 2014 houve um crescimento nas atividades desenvolvidas no comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios; lanchonetes, cassas de chá, de sucos e similares e fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para o consumo domiciliar. Já as atividades, comércio varejista de mercadorias em geral e cabeleireiros houve um decréscimo em relação a 2014.

2.986 MEIs
Corumbá passou a ter um número de abertura de empresas significativo nos últimos anos. Em parte, isso é resultado da formalização do micro empreendedor individual como nova forma jurídica de empresa. Os números contabilizados pelo Portal do Empreendedor, no site do Governo Federal, demonstram que até 2016, Corumbá possuía 2.986 empresas na modalidade MEI.

No Estado, foram registradas 102.417 empresas como empreendedores individuais. A cidade fica atrás apenas de Campo Grande (com 43.6811), Dourados (com 8.886) e Três Lagoas (com 4.936).

Desse total em Corumbá, 59,34% trabalham em estabelecimento fixo; 26,01% exercem suas atividades porta a porta, em postos móveis ou ambulantes; 5,66% vendem seus produtos e serviços pela internet; 5,53% em local fixo fora da loja; 1,63% Televendas; 1,27% pelos Correios; e também 0,57% em Máquinas Automáticas.

Mulheres empreendedoras
A quantidade de MEI do sexo feminino é razoavelmente maior. São 1.575 mulheres microempreendedoras, enquanto os do sexo masculino são 1.411 empreendedores. Em relação às atividades econômicas praticadas houve um decréscimo nas salas de acesso a internet em relação à pesquisa de 2014, porém algumas atividades tiverem um crescimento expressivo:

Obras de alvenaria; Serviços ambulantes de alimentação; Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal; Instalação e manutenção elétrica; Outras atividades de tratamento de beleza. Raul Assef Castelão, Alessandra Trotta e Luciana Maria Espinoza compõe a equipe técnica responsável pelo "O Microempreendedor Individual em Corumbá - Perfil e Percepções".