Cidade

Vereadores trabalham pela volta dos voos ligando Corumbá a Campo Grande

Fonte: Da Assessoria CMC em 16 de Agosto de 2017

Divulgação

A volta dos voos comerciais ligando Corumbá a Campo Grande foi um dos assuntos debatidos na sessão de ontem, segunda-feira (14), na Câmara Municipal. A ligação aérea com a Capital do Estado foi interrompida em 2015 quando a Azul passou a operar o trecho entre Corumbá e Campinas (SP), alegando ajuste de malha.

Esta situação persiste até os dias atuais e, nesta segunda, os vereadores Manoel Rodrigues (PRB) e Chicão Vianna (Solidariedade) entraram com requerimentos durante sessão da Câmara, visando o retorno dos voos comerciais ligando a maior cidade pantaneira à Capital do Estado, com opções para criação de voos regionais e até mesmo ligando Corumbá a Santa Cruz de La Sierra.

A proposta apresentada pelo vereador Manoel Rodrigues e assinada pelos demais pares, é endereçada ao governador Reinaldo Azambuja, e ao secretário estadual de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli. Nela, o edil solicita estudos para a elaboração de uma lei de incentivo à aviação regional e internacional, um programa que vai fomentar transporte aéreo, ampliar números de cidades atendidas e democratizar o transporte aéreo no Estado.

"No Mato Grosso, o governo criou o Programa Voe MT, por meio da Lei 10.395 de 20 de abri de 2016. Isto permitiu ampliar a aviação regional e aquecer a economia. Nossa proposta é que lei semelhante também seja implantado aqui para estimular a expansão de linhas aéreas regionais em nosso estado".

Manoel acredita que "com essa medida, vamos atrair mais empresas aéreas para alavancar os voos regionais, que são tão importantes em um estado de dimensões até maiores que alguns países da América Latina. Com esses voos diários encurtaremos distâncias. Isso significa desenvolvimento e geração de emprego. O incentivo é a redução da base de caçulo do ICMS que reduzirá o preço do combustível que representa 40% da operação", justificou.

Até Santa Cruz
Chicão Vianna, por sua vez, está solicitando ao governador Reinaldo Azambuja, assim como ao diretor-presidente da Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, informações sobre a possibilidade da implantação de voos comerciais nos trechos entre Corumbá e Campo Grande e Corumbá e Santa Cruz de La Sierra.

"É uma necessidade, principalmente devido à importância de Corumbá no cenário turístico nacional e internacional. É também de grande valia a possibilidade da interligação com a capital sul-mato-grossense e com Santa Cruz de La Sierra", comentou.

A mesma solicitação está sendo feita ao assessor presidencial de Assuntos Institucionais da Empresa Azul Linhas Aéreas, Ronaldo Veras. A Azul é a única empresa que opera na região com voos entre Corumbá e Campinas. Até agosto de 2015, ela fazia o trecho entre Corumbá e Campo Grande.