Economia

Município promove Encontro de Negócios com empresas âncoras da região

Fonte: Da assessoria PMC em 01 de Setembro de 2017

Encontro aconteceu na sede do Sindicato Rural e reuniu empresários de diversos segmentos.

Clóvis Neto/PMC

Encontro de Negócios promovido pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural, em parceria com o Sebrae-MS, incentivou o empresariado local a dialogar e negociar com organizações âncoras da região. Vale, Marinha do Brasil, Prefeituras de Corumbá e Ladário participaram do encontro no auditório do Sindicato Rural de Corumbá, na noite desta quinta-feira, 31 de agosto. Além de promover a comunicação entre empresas fornecedoras e compradoras, o evento teve o objetivo de expor as demandas de produtos e serviços das quatro maiores consumidoras do município.

"Eu sempre vejo que muitos empresários daqui ficam com receio de chegar à Vale, à Prefeitura, à Marinha e fazer o cadastro prévio, apresentar as licenças e se habilitar para participar de licitações ou concorrências que se abrem. Queremos abrir um canal de comunicação para que os empresários se sintam à vontade e estejam aptos a prestarem serviço para essas entidades, independente do tamanho", afirmou Renato dos Santos Lima, secretário municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural. "São empresas e entes públicos que colocam milhões de reais na nossa economia mensalmente e é bom isso ser democratizado, para que todos participem, desde o agricultor familiar ao pequeno, médio e grande empresário", completou.

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira afirmou que em meio à crise econômica e política que vive o Brasil, momentos como este são importantes para aprofundar diálogo, fazer diagnóstico das necessidades e apresentar oportunidades. Conforme ele, o tema não se esgota no encontro e há muitos assuntos que o Município pode continuar conversando com os empresários e incentivando vários segmentos para que os serviços dos produtores, comerciantes e pequenos empreendedores sejam bem mais aproveitados.

"Embora não tenha sido apresentado tudo aqui, ainda tem muita coisa para ser feita e, principalmente, estamos deixando as portas abertas aos empresários para ouvir sugestões e cada vez mais implementar a circulação de riquezas e oportunidades na nossa região. Gerar os recursos aqui é fundamental para que todos tenham oportunidade de crescer economicamente e se desenvolver socialmente", afirmou o prefeito.

Ruiter lembrou que há recursos provenientes de financiamentos externos a serem investidos na cidade, repasses do Governo Federal e parcerias com o Governo do Estado. "São recursos que vão dar oportunidade de giro na economia local e isso vai acontecer com mais força agora nesses próximos 30 a 60 dias. É importante que os empreendedores locais se preparem, é fundamental os empresários terem esse conhecimento e aproveitarem isso. A administração pública só vai crescer e atingir seus objetivos se os empresários a procurarem, opinarem, participarem e criticarem porque é assim que a gente aprende e cresce", disse o prefeito de Corumbá.

Gerentes de compras das quatro entidades estiveram presentes discorrendo sobre as oportunidades abertas em editais nessas instituições e que não estão sendo preenchidas. Depois de ouvirem as palestras, os participantes do encontro puderam conversar e tirar dúvidas com representantes de cada instituição. O Sebrae-MS foi parceiro estratégico na ação. Toda metodologia, dinâmica e organização do encontro fez parte de programa que o Sebrae está fazendo em todo o Estado, em parceria com as prefeituras.

De acordo com Renato Lima, comerciantes e prestadores de serviço de diversos ramos podem realizar negociação com essas âncoras. Empresas que trabalham com materiais de escritório, produtos do gênero alimentício, serviços nas áreas de mecânica e elétrica, transporte e logística são exemplos de empreendimentos que podem suprir as demandas dessas grandes entidades. "A gente atende desde o agricultor familiar até o grande empresário. Uma das demandas da Marinha, por exemplo, é que ela não consegue comprar hortifrúti para alimentação. Não é dificuldade na compra, mas na entrega", disse Renato.

O supervisor de Programação, Expedição, Portos, Comunicação e Relacionamento Institucional da Vale, Rodrigo Viana Mello, afirmou que o encontro é uma grande chance para o empresariado local. "Após o fórum de desenvolvimento e competitividade da mineração, foram estabelecidas vinte ações e uma delas era participar de um encontro como este aqui. A gente entende que vão surgir muitas oportunidades e acreditamos no potencial da região. Nossa expectativa com o cumprimento do nosso primeiro objetivo, que seria apresentar as demandas para os empreendedores locais, é que poderemos posteriormente promover uma rodada de negócios em breve", afirmou Rodrigo Mello.

Para o contra-almirante Luiz Octávio Barros Coutinho, comandante do 6º Distrito Naval, o evento é uma oportunidade de fomento à aquisição, pelas empresas sediadas em Corumbá e Ladário, de demandas que a Marinha do Brasil possui. "De forma que, os recursos que investimos em outros municípios possam ser reinvestidos por meio dos impostos e taxas agregadas no próprio município. É uma excelente oportunidade para os empresários daqui conhecerem nossas demandas, nossa metodologia, nosso fluxograma, ao qual somos submetidos para aquisição de um serviço ou material, e possam dessa forma ter uma conexão mais forte com a Marinha do Brasil, fomentando a economia local", afirmou o Barros Coutinho.

Alexandro de Carvalho Soares é dono de empresa que presta assessoria nas áreas de saúde e segurança no trabalho e aproveitou o encontro para compreender melhor como chegar até às grandes instituições e oferecer seus serviços. "Resolvi participar do encontro pela importância que representa em prol do desenvolvimento das empresas daqui da região, pelas opções de negócios a serem mostradas e também como forma de interação entre os empresários da região. Pela atual conjuntura do Brasil, precisamos encontrar meios de conseguirmos continuar trabalhando mediante cenário de crise. Mas são nesses momentos que as empresas conseguem se destacar em meio às outras, até para ter uma competitividade maior do mercado", disse o empresário.

Ações a serem desenvolvidas - Até o final do ano, a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural vai desenvolver mais quatro ações. No dia 21 de setembro, acontece a Feira Agropecuária do Pantanal (Feapan) e, em parceria novamente com o Sebrae, haverá a Semana do MEI em outubro, com foco nos ambulantes. Novembro é época de Black Friday e em dezembro haverá atividade com o comércio central, por causa das festividades do fim do ano. A pretensão da pasta do Executivo Municipal é realizar eventos e iniciativas que busquem desenvolver projetos em prol do setor produtivo local, de modo a fomentar a economia do município.