Cidade

Feira noturna aos sábados pode se tornar novo ponto turístico da cidade

Fonte: Da Assessoria CMC em 01 de Setembro de 2017

Feirantes apresentaram projeto da nova feira em encontro com Evander.

Divulgação/CMC

Corumbá ganha agora em setembro, mês em que completa 239 anos, uma feira noturna que tem tudo para se transformar em um novo ponto turístico da maior cidade pantaneira. O empreendimento será implantado no espaço entre o Complexo Poliesportivo da Rua Porto Carrero e a antiga estação ferroviária, e contará com infraestrutura necessária para bem atender a população e os turistas que visitam a região.

O projeto foi apresentado esta semana por diretores da Associação de Comerciantes de Feiras Livres de Corumbá/MS ao presidente da Câmara Municipal, vereador Evander Vendramini, autor de um requerimento em que solicitou à Prefeitura, a criação de uma feira noturna aos sábados, naquele espaço que, durante a semana, atende os centros de formação de condutores de veículos automotores da cidade.

A ideia da criação da feira noturna, sempre aos sábados, foi encampada pela associação que já vem trabalhando no projeto há algum tempo, buscando inclusive subsídios junto ao próprio vereador Evander e integrantes do Poder Executivo, para oficializar a iniciativa.

No novo encontro com Evander, os diretores da associação anunciaram que a nova feira, que atenderá toda a cidade e também os turistas, contará, inicialmente, com 200 barracas, todas padronizadas, inclusive com cobertura de lonas antichamas.

Lucídio Morel, presidente da nova diretoria da Associação dos Comerciantes de Feiras Livres, explicou que tudo foi projetado para fortalecer a atividade comercial e garantir maior comodidade dos consumidores.

Conforme ele, o projeto prevê espaços delimitados para praça de alimentação, venda de produtos hortifrutigranjeiros, cereais, produtos alimentícios industrializados ou já processados para consumo, roupas, brinquedos, artesanato, entre outros.

Além da padronização das barracas, todos os feirantes também deverão utilizar camisetas padronizadas, visando identificação dos mesmos. "Vamos começar pela feira noturna e buscar levar isto para as demais, tornando as feiras livres mais organizadas", disse Alan Matos, secretário da associação.

Na feira, os consumidores terão as mais variadas opções como comidas típicas e de outras regiões, inclusive o sobá; brinquedos recreativos; músicas populares, entre outros.

Também está prevista a qualificação profissional dos feirantes e funcionários, com cursos de manipulação de alimentos e de atendimento ao cliente e ao turista, bem como de exposição dos produtos que serão vendidos no local.

Para Evander, a feira noturna será mais um produto turístico de Corumbá, além de fomentar a comercialização de produtos da terra e se tornar em mais um atrativo para as famílias corumbaenses que passarão ter mais uma opção de lazer e entretenimento aos sábados à noite.

Em um encontro anterior, Vendramini sugeriu aos diretores, a contratação de profissionais para compor uma assessoria jurídica e contábil, o que já foi providenciado e que está já está trabalhando na regularização da categoria, inclusive como Microempreendedores Individuais (MEI).

O encontro com Evander contou também com as presenças de outros integrantes da diretoria: Joelma Padilha, Paulo César Arruda, Wuily Anty e André Menacho, que estão à frente da associação há apenas três meses, mas que já efetuaram sensíveis mudanças.