Geral

Embrapa realiza capacitação em produção de própolis

Fonte: Assessoria de Imprensa Embrapa em 09 de Setembro de 2017

Um curso promovido pela Embrapa em parceria com o Sindicato Rural de Corumbá e com o Senar - AR/MS capacitou potenciais apicultores, técnicos em meio ambiente da Escola Estadual Vandoni de Barros, representantes do Corpo de Bombeiros e outros interessados para a produção de própolis no Pantanal de MS. "A apicultura é uma área que ainda precisa muito de multiplicadores", diz o chefe-geral da Embrapa Pantanal, Jorge Lara. "Trabalhamos para que a nossa cadeia de apicultura se torne a potência que tem capacidade para ser". O presidente do Sindicato Rural, Luciano Leite, ressalta a importância de capacitações como essas para a profissionalização dos trabalhadores rurais de diversas áreas. "É uma alternativa de renda para o produtor".

O pesquisador da Embrapa Pantanal Vanderlei dos Reis, um dos palestrantes, descreve as linhas gerais da produção de própolis. "Esse material é produzido em coletores externos, na parte lateral de melgueiras. As abelhas vão buscando resina, adicionam cera e outros compostos e vão fechando essas frestas. Com um intervalo de uma semana, dez dias, o apicultor faz a extração e o beneficiamento da própolis. O material vai para um entreposto, onde é processado para fazer extratos alcóolicos ou aquosos. Temos vários tratamentos. No Brasil, o mais comum é aquele feito com álcool de cereais".

Além da própolis, a capacitação abordou temas como medidas de segurança para lidar com as abelhas. Para o soldado Denier Ramires, do Corpo de Bombeiros, a população de Corumbá apresenta grande demanda de remoção de enxames todos os anos, principalmente a partir de setembro. Neste mês em 2016, os militares chegaram a registrar 30 solicitações para a remoção de colmeias em um mesmo dia. "Buscamos maior segurança para os civis e para os militares. Antigamente, era feito só o extermínio das abelhas. Agora, conseguimos realizar um manejo mais adequado quando possível, sem precisar exterminá-las, protegendo as abelhas e a região em que nos encontramos".

O jornalista Marcos Serra, que não trabalha no momento como apicultor, tem buscado conhecimentos na área. "A apicultura é um degrau de conhecimento muito amplo. A cada momento em que a gente procura novas informações, vamos crescendo com esse conhecimento". Ele pretende trabalhar na área ou atuar como multiplicador no ramo. "O grande segredo da apicultura é trabalhar com um bom manejo, técnicas apropriadas e eficientes. Assim, a atividade vem ao encontro das nossas necessidades".