Polícia

Homem foge do semi aberto e barbariza moradores do Bairro Aeroporto, após captura confessou ter ateado fogo no carro do diretor

Fonte: Da Redação em 11 de Setembro de 2017

Divulgação/6ºBPM

Ele confessou ter ateado fogo no carro do diretor do semi abreto no dia 04 de Agosto.

Na noite de Sábado (09), por volta das 23 horas, uma equipe da Rádio Patrulha da Polícia Militar deslocou-se até o Bairro Aeroporto, onde segundo informações os moradores teriam escutados sons de disparo de arma de fogo.

Durante o deslocamento, os militares foram abordados por um homem que dizia estar seguindo um homem de 33 anos que havia acabado de roubar sua sogra, porém, o perdeu de vista ao chegar na Rua Venceslau de Barros, próximo à rua Ciríaco de Toledo.

Os policiais iniciaram rondas pelo local afim de localizar o indivíduo, mas foram informados que ele havia fugido do regime Semi Aberto, pulando o muro do estabelecimento. Em contato com o plantonista, o agente confirmou que durante o período vespertino o autor teria pulado o muro.

Ainda à procura do elemento, os policiais forma abordados por uma mulher de 19 anos na Rua Gonçalves Dias, estando visivelmente nervosa e assustada, ela relatou que um indivíduo havia entrado em sua residência e tomando seu filho de apenas 1 ano de idade em seus braços.

A vítima informou ainda, que o homem insinuou querer fazer sexo com a mesma, porém diante da negativa, onde ela disse que teria feito uma cesariana recentemente e que seria casada, o autor pediu para que ela saísse até à frente da casa para ver se a polícia estaria chegando.

Foi nesse momento em que os policiais apareceram e fizeram o cerco na casa, a mulher entrou na residência e disse ao indivíduo que tinha que pegar o filho pois precisava fazê-lo dormir. De pronto os policiais fizeram uma entrada tática no imóvel, onde prenderam o autor.

Após a prisão do fugitivo, os policiais entraram em contato com a primeira vítima, a mulher disse ter sido abordada na porta de sua casa, no momento em que chegava em sua residência acompanhada de sua filha.

O elemento exigiu o celular da mulher, abordando com uma arma em punho, em seguida empurrou a vítima no chão vindo a lesioná-la, o autor só parou quando percebeu que populares vinham em sua direção.

Diante dos fatos, o autor foi conduzido mediante o uso de algemas devido ao estado alterado em que se encontrava, e o risco iminente de fuga por parte do mesmo. Sobretudo por resguardar a integridade física do indivíduo, das guarnições PM e também de terceiros que estavam no local.

O autor confessou aos policiais a autoria de ter ateado fogo no carro do Diretor do Sem Aberto, e disse ainda que colocaria quantas vezes fosse preciso. (Com informações do 6ºBPM)