Cidade

Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora reabre as portas aos fiéis após maior obra de revitalização em 67 anos

Fonte: Da Redação em 15 de Setembro de 2017

Fiéis lotaram o santuário para a reinauguração na noite de quinta-feira (14).

Clóvis Neto/PMC

Preservando sua história, o santuário está moderno, confortável e aberto ao público em geral. As missas são celebradas diariamente às 06h30 e 19 horas. No domingo, são quatro as celebrações: às 07, 09, 17 e 19 horas.

A noite de quinta-feira, 14 de Setembro de 2017, será uma data marcante para os católicos de Corumbá, em especial aos Salesianos, após mais de 100 dias em obras, o Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, inaugurado no dia 24 de Maio de 1950, foi entregue totalmente revitalizado. A igreja ficou lotada para a grande e esperada reinauguração.

A solenidade contou com a presença o bispo diocesano de Corumbá, Dom Segismundo Martinez Álvarez; do Inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, padre Gildásio Mendes dos Santos, um dos grandes responsáveis pela liberação de recursos para a obra, que contou com o apoio do padre Waldomiro Bronakowski, diretor geral da comunidade salesiana de Corumbá; e dos párocos da igreja Miguel Paes da Silva e Osvaldo dos Santos, este diretor do Colégio Salesiano de Santa Teresa, além de outros padres salesianos, do prefeito Ruiter Cunha e do presidente da Câmara Municipal Evander Vendramini.

O processo de revitalização começou pelo telhado, onde foram eliminadas todas as infiltrações, a parte elétrica foi toda refeita para o acionamento dos aparelhos de ar-condicionado adquiridos em 2016, a iluminação agora totalmente de LED, mais eficiente e econômica, junto foram instalados 4 magníficos lustres no vão central da igreja, cada um com quase dois metros de altura, ainda houve a instalação de iluminação externa, que traz um belo destaque ao portentoso prédio. Todas as peças que compõe a igreja foram lustradas, como também os ladrilhos encerados, além da pintura interna e externa, trazendo um revigorado aspecto ao Santuário. A obra de revitalização foi acompanhada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), mesmo a igreja não sendo tombada.

O padre Gildásio Mendes, em sua fala, referiu-se ao Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora como o mais belo do Centro-Oeste, e afirmou que relatará em conversa com o Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime, sucessor de Dom Bosco, da belíssima obra de revitalização arcada pela Missão Salesiana. O inspetor estará nos próximos dias com o reitor-mor na Itália. Padre Gildásio prestou uma grande homenagem aos padres que passaram pelo santuário, como Miguel Alagna, idealizador, Padre Ernesto Saksida, Jorge Parovel entre outros.

"Essa data marca dois momentos importantes, que são o mês de aniversário da nossa cidade de Corumbá, que daqui uma semana vai completar 239 anos, e a reinauguração deste Santuário. Temos que agradecer e renovar os votos e pedir que a interseção de Nossa Senhora Auxiliadora traga muita paz, muita luz e bênçãos para toda a população de Corumbá", disse o chefe do Executivo corumbaense.

Na celebração, os religiosos relataram que não foi por acaso que a tão esperada obra de revitalização da igreja aconteceria nesse ano, onde se celebra os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida no Rio Paraíba do Sul e do centenário de aparição de Nossa Senhora de Fátima aos três pastorinhos em Portugal, e sim pela intercessão de Maria e a devoção dos fiéis. Uma grande homenagem para os católicos corumbaenses, ladarenses e bolivianos, como a sociedade em geral, por ser tratar do local de peregrinação dos fiéis.

O SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA
O Santuário "Nossa Senhora Auxiliadora" é um lugar de peregrinação e de referência para os fiéis da Diocese de Corumbá, porque de fato, desde a sua inauguração em 24 de maio de 1850, o então bispo de Corumbá, Dom Orlando Chaves já o consagrou como Santuário. Os Salesianos, com muito empenho e zelo, souberam plantar no coração do povo corumbaense, a grande devoção à Mãe de Deus sob o título de "Nossa Senhora Auxiliadora".

Grandes procissões, grandes festas e muitos milagres atribuídos à Virgem. Muitas famílias têm como referência de sua história de fé este lugar sagrado. Ali se batizaram, casaram-se, batizaram seus filhos e também os casaram. São mais de 118 anos de história atribuídos ao trabalho evangelizador dos educadores salesianos. Não podemos deixar de mencionar o empenho do Pe. Miguel Alagna, sdb, que foi o grande empreendedor e idealizador da construção do Santuário. Ainda hoje, diariamente, são muitas as pessoas que passam pelo Santuário para suplicar à Mãe a sua intercessão e o seu auxilio. São muitos os que entregam a própria vida e suas tribulações à carinhosa intervenção da Mãe Auxiliadora. Este lugar tornou-se, ao longo de referência para o povo corumbaense. (MSMT)

(Foto: Arquivo MSMT)

(Foto: MSMT)

(Foto: Guilherme P. Giovani/Facebook corumbá memórias )