Cidade

Revitalizados, canteiros de acessibilidade são alvos de vandalismo

Fonte: Da assessoria PMC em 18 de Setembro de 2017

Alguns dos canteiros tiveram as plantas retiradas.

Divulgação/PMC

Iniciada há cerca de um mês, pela Prefeitura de Corumbá, através da Fundação do Meio Ambiente do Pantanal, a revitalização dos canteiros de acessibilidade da área central da cidade, com plantio de Cambarazinhos - pequenos arbustos de flores que se adaptam bem ao clima corumbaense e embelezam o ambiente -, obteve adesão total dos comerciantes na adoção dos espaços. Eles se responsabilizaram pelo cuidado diário em troca de verem instaladas placas com o nome do estabelecimento comercial responsável por cuidar do canteiro.

De acordo com a Fundação do Meio Ambiente, toda a revitalização começou praticamente "do zero". Os canteiros estavam danificados e quase sem plantas. Foi uma ação trabalhosa e com custos aos cofres públicos municipais, pois houve aquisição de mudas de Cambarazinho.

Mesmo diante de todo o empenho da Prefeitura e dos comerciantes parceiros, alguns dos canteiros já foram alvos de atos de vandalismo e estão tendo as plantas retiradas. "Quem depreda, joga lixo em local inadequado, destrói as mudas plantadas, quem comete ato de vandalismo, está cometendo um crime contra o meio ambiente e contra o patrimônio público. Um trabalho árduo e tão bonito é desperdiçado em poucas horas, isso sem falar nos prejuízos causados aos cofres públicos", afirmou a diretora-presidente da Fundação do Meio Ambiente do Pantanal, Ana Cláudia Moreira Boabaid.

Restauração de lixeiras
Outra importante ação que integra os trabalhos de revitalização dos canteiros de acessibilidade é a restauração de 74 lixeiras existentes próximos a estes espaços na área central. Danificadas, as lixeiras passam por pintura - a cor verde será mantida - e recebem novos adesivos para que possam ser recoladas nos respectivos locais em condições adequadas para o descarte de pequenos resíduos (papel, copo descartável, embalagens de biscoitos, etc.).

"Pedimos aos munícipes para que sejam fiscais junto com a Administração, não só nos canteiros, mas também em todos os serviços que estão sendo executados na cidade. Os olhos da população são os melhores fiscais", completou Ana Cláudia. Denúncias e sugestões para melhorar os serviços podem ser feitas na Fundação do Meio Ambiente do Pantanal pelo telefone 3907-5342 e também na Ouvidoria Municipal, através do número 3234-3406.