Política

MONOPÓLIO - Presidente da Câmara engrossa a conversa com a poderosa Empresa Andorinha

Fonte: Da Redação em 02 de Outubro de 2017

Reprodução Facebook

O vereador Evander Vendramini (PP), usou as redes sociais no dia 21 de Setembro - nos 239 anos de Corumbá, para tecer críticas ao monopólio da Empresa Andorinha no município que já dura 41 anos e a empresa opera mediante a autorizações concedidas pela AGEPAN, pois a anterior não está mais vigente. O edil cita a falta de uma nova licitação para que outras empresas operem no trecho e derrubem o preço abusivo das passagens, referido pelo vereador como a "passagem mais cara do mundo". A população apoiou Evander após suas explanações.

UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO!!!
"Hoje a empresa que explora literalmente o transporte intermunicipal de passageiros fez um desfile de carro velho no aniversário de Corumbá, deu uma esmola de 30 mil reais para o hospital, o que não dá nem 3 horas do faturamento diário da empresa e pensa que nos engana, faz 26 viagens diárias Cba/Cgd/Cba com a passagem mais cara do mundo. Façam as contas, 140 x 42 lugares x 26 viagens. Pensa que somos otários, quero o fim desse monopólio vergonhoso, quarenta e um anos de escravidão!". Evander Vendramini Duram

ESTADO
Em outra postagem, o edil cobra do Governo do Estado pela falta de ação: "A nossa população tem conhecimento das barbaridades que ocorre com a falta de um processo licitatório para a concessão da linha Cgde/Cba/Cgde, uma vergonha de um contrato vencido que já perdura por 41 anos e o Governo do Estado do MS, através da Secretaria de infraestrutura e a Agência de Regulação do serviços AGEPAN tem sido omissas em fazê-la, só emitem autorizações para a "Andorinha ". Uma vergonha!!!"

De 24 deputados, apenas um....
O presidente da Câmara Evander Vendramini enviou oficio para os 24 deputados estaduais de MS relatando a situação de urgência para abertura de processo de licitação da linha Corumbá-Campo Grande - Corumbá, mas apenas o deputado Amarildo Cruz (PT) fez o pronunciamento durante a sessão de terça-feira (26) na Assembleia Legislativa.

O deputado solicitou ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário de Secretário de Infraestrutura - Marcelo Miglioli, a iniciar um novo processo licitatório para a exploração da linha intermunicipal Corumbá-Campo Grande-Corumbá, para se ter uma transparência e para que outras empresas possam oferecer passagens mais em conta e uma melhor qualidade no serviço oferecido.

De acordo com o jornalista Marcos Eusébio (Inblog), Amarildo encaminhou a denúncia da Câmara de Corumbá ao procurador-geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos, para que o MP apure a situação irregular. "Compreendemos que o processo licitatório traz não apenas segurança à população sul-mato-grossense, mas, também, para os empresários que exploram o espaço público", disse o petista.