Política

Projeto prevê troca de 9 mil lâmpadas incandescentes por LED na iluminação pública

Fonte: Da assessoria PMC em 10 de Outubro de 2017

Trecho que compreende do Portal de Entrada de Corumbá até a rua Albuquerque foi o primeiro a receber o novo sistema de iluminação.

Renê Marcio Carneiro/PMC

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira acionou os primeiros postes de iluminação pública com lâmpadas de LED. As primeiras lâmpadas de LED a entrar em funcionamento, na noite de segunda-feira, 09 de outubro, estão no trecho que compreende do Portal de Entrada de Corumbá até a rua Albuquerque. O serviço será realizado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, por meio da Gerência de Serviços Públicos.

O projeto de revitalização da iluminação pública de Corumbá prevê a troca de 9 mil lâmpadas incandescentes e fluorescentes de todas as vias do município por lâmpadas de LED. A ação deverá melhorar a segurança pública, além de diminuir gastos com eletricidade e gerar menos danos ao meio ambiente. O novo tipo de iluminação favorece a visão humana e tem vida útil bem maior. Todo o programa está orçado em R$ 19,1 milhões.

"São os primeiros postes de iluminação em que estão sendo trocadas as luminárias por lâmpadas LED. A iniciativa integra um programa que vai abranger toda a cidade de Corumbá. Começamos por esse trecho e acreditamos que em 12 meses tenhamos Corumbá com 100% de iluminação pública em LED", explicou o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ricardo Ametlla.

Segundo o secretário, o cronograma está definido para a implantação das lâmpadas de LED. Concluindo o trabalho do trecho do portal, as equipes "vão fazer a rua Albuquerque, pegar a rua América indo até a rua Firmo de Matos e descendo para fazer todo o Centro da cidade. Em seguida, vão entrar nos bairros, corredores de ônibus. Há todo um planejamento ao longo desses 12 meses", disse.

Além de trazer qualidade luminotécnica, o novo sistema "vai produzir efeito econômico nas contas do Município". Também permitirá a cidade dar "um salto" em nível nacional se tornando "o primeiro município a ter iluminação publica totalmente em LED no Brasil", destacou Ametlla ao informar que são usados recursos próprios provenientes de um fundo da Cosip (Contribuição para Custeio da Iluminação Pública).

Embora a tecnologia LED seja mais cara, tem vida útil bem maior e consome menos. O consumo mensal do parque de iluminação municipal é de 480 mil quilowatts. Com a troca de todas as lâmpadas pela nova tecnologia, o consumo ficará em 200 mil quilowatts.

Há ainda os fatores de segurança pública e do novo gerenciamento do sistema de iluminação que vão impactar diretamente o cotidiano da população. Todo o sistema de gestão da iluminação pública será georreferenciado, com todos os pontos marcados por GPS. "Vamos ter controle digital a partir da Prefeitura, sobre as falhas em cada equipamento de LED".

Telefone 0800 para a população
"O projeto não abrange somente a troca de lâmpadas. Teremos todo um sistema de monitoramento e controle do sistema de iluminação pública. Desde a segunda-feira, 09 de outubro, passamos a ter uma central de atendimento 0800. A população já pode usar para pedidos de ligação de iluminação pública, reparos, consertos e manutenção. Ao ligar, a pessoa recebe o protocolo e, em até 72 horas tem o pedido atendido. Essa central atenderá a rede nova [com LED] e o sistema que ainda está em vigor. O telefone para atender a população, com esses serviços, é o 0800 666 2001", finalizou o secretário.