Geral

MS aparece entre os piores no ranking de conservação de rodovias federais

Fonte: Aline dos Santos/CGNews em 14 de Outubro de 2017

Mato Grosso do Sul aparece no ranking nacional na lista dos piores Estado no quesito conservação de rodovias federais. De acordo com a Agência Brasil, as situações mais preocupantes foram verificadas no Acre, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Enquanto que no topo, aparecem Amapá (98% em bom estado), Bahia e Roraima.

O cenário é resultado do levantamento realizado nos mais de 52.000 quilômetros de rodovias federais pavimentadas por meio do ICM (Índice de Condição da Manutenção ), desenvolvido pela equipe técnica do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

Em específico sobre o Mato Grosso do Sul, o quadro é de 53% das rodovias federais com bom estado de conservação, 21% classificada como regular, 13% enquadrado como ruim e 12% em péssima condição.

No mapa divulgado pelo Dnit, as vias em péssimas condições, destacadas com traçado em vermelho, aparecem em trechos como Três Lagoas a Campo Grande (BR-262), Aparecida do Taboado a Paranaíba e Chapadão do Sul a Camapuã.

Nacional - Segundo a Agência Brasil, 67% da malha de 52 mil quilômetros está em boas condições. Do restante, 20% está em situação regular, 7% em situação ruim e 5% em estado péssimo. O resultado é relativo ao quadro geral das rodovias no primeiro semestre de 2017.