Cultura

FCMS seleciona música, artes visuais e cinema sul-mato-grossense para Festival América do Sul do Pantanal

Fonte: Assessoria de Imprensa FCMS em 20 de Outubro de 2017

Arquivo

A Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) selecionou os artistas sul-mato-grossenses que participarão da programação do 14º Festival América do Sul Pantanal, que acontece de 26 de novembro a 3 de dezembro em Corumbá e Ladário, e Puerto Quijarro e Puerto Suarez, na Bolívia.

Foram escolhidas propostas nas áreas da música, teatro, circo, dança e cinema, sempre com apresentações gratuitas ao longo da programação do Festival América do Sul Pantanal.

As 48 propostas enviadas e avalizadas pela Fundação de Cultura passaram pelo crivo da Comissão de Música (formada pelo Pro-Reitor de Extensão, Cultura e Esporte da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS -, Marcelo Fernandes Pereira; pelo músico e professor, Francisco Tiago Simão e também pelo servidor da Fundação, Vitor Hugo de Souza da Silva Maia).

Após rigorosa avaliação, foram selecionados para apresentações no Palco Rio Paraguai os músicos Dami Baz, Marcos Assunção e O Santo Chico. Como suplentes foram escolhidos Fábio Kaida, Giani Torres e Maria Alice. Já no Palco Alternativo se apresentam Coletivo Veraju, Codinome Winchester, Gilson Espíndola, Falange da Rima e Arduará. Como suplentes foram escolhidos Karina Marques, A Velha Carne, Jennifer Magnética, Bia Blanc e Zezinho do Forró.

A Comissão do Audiovisual - integrada por Mariana Sena Madureira Figueiró, especialista em Artes Visuais, Cultura e Criação; e Gabriel Felipe Félix, formado pela Academia Livre de Cinema de São Paulo Operhaus - se reuniu com a finalidade de selecionar até seis filmes curtas-metragens e três filmes médias metragens.

Após avaliação final, seguindo as regras do edital, foram selecionados o curta-metragem "Irmãos de Almas" e os longas "Raiz do Vértice" e "50 Anos Grupo Acaba - Canta Dores do Pantanal".

Já a Comissão de Seleção designada para analisar propostas de Artes Cênicas (teatro, circo e dança) recebeu 22 inscrições. Após rigorosa análise, respeitando todos os critérios descritos no edital, foram selecionadas as seguintes propostas:

Teatro: "Meu mano humano", da Cia Última Hora de Artes Cênicas e "O diário de Madalena", do Grupo Teatral Palco Sociedade Dramática/AACP. Como suplentes foram selecionados "As aventuras de Bagacinho", "Quem conta um ponto cria um conto" e "O Trem do Pantanal", do Grupo Casa - Coletivo de Artistas e a "Tragicomédia de Cristovão e Sinhá Rosinha", da Associação Desenvolvimento Cultural Artístico e Socioambiental Teatro Imaginário Maracangalha.

Circo: "Quem Matou o Morto?", da Cia. Theastai de Artes Cênicas, não tendo suplentes.

Dança: "Plagium?" Da Associação Cultural Dançurbana e "Beba-me da Tez", da Companhia de Dança. Como suplentes foram escolhidos "Delírios: Traços dançantes de Lídia Baís", de Társila Bonelli Calegari Paulino e "Sem Cerimônia - Ser Cidade", do Conectivo Corpomancia.

A Comissão de Seleção foi integrada por Marcelo Victor da Rosa, professor doutor de Educação Física da UFMS; Tatiana Vieira, formada em Artes Cênicas e Dança pela Uems; e Salim Ramos Hassan, ator, autor, diretor teatral e produtor cultural.

Quaisquer informações complementares sobre o Edital poderão ser obtidas na Fundação de Cultura de MS pelos telefones: Núcleo de Dança - (67) 3316-9169; Núcleo de Teatro e Circo - (67) 3316-9171; Núcleo de Música - (67) 3316-9316; Núcleo de Audiovisual - (67) 3316-9173, no período de 7h30 às 13h30.