Política

Bancada do MS repete votação de 4x4 em segunda denúncia contra Temer

Fonte: Thiago de Souza/TopMídiaNews em 25 de Outubro de 2017

Bancada se dividiu e votação ficou em 4X4.

TopMidiaNews

A bancada federal de Mato Grosso do Sul na Câmara dos Deputados, manteve a votação feita na primeira denúncia contra o presidente Temer, em agosto deste ano. Foram 4 a favor e 4 contra.

Marun (PMDB) fiel escudeiro de Temer, foi o primeiro a ocupar a tribuna e rapidamente pronunciou seu voto. Ele disse que o relatório, que sugeriu que fossem arquivadas as denúncias contra Michel Temer, foi bem confeccionado e disse 'sim'.

Dagoberto Nogueira veio na sequência, e também repetiu voto, dizendo não ao relatório e a favor das investigações contra o presidente da República.

Elizeu Dionízio (PSDB), proferiu voto 'relâmpago' e rapidamente disse sim ao relatório. O colega de bancada dele, Geraldo Resende, elogiou o relatório de seu colega de partido, dizendo que o autor do texto é um excelente jurista. Ele votou sim.

Na primeira denúncia contra Temer, era esperado que Luiz Henrique Mandetta (DEM) votasse a favor do presidente, e ele disse 'não'. Hoje, manteve contrariedade ao presidente e pediu investigação contra ele.

Tereza Cristina, que foi punida pelo partido dela, o PSB, por ter votado a favor de Temer na primeira denúncia, manteve apoio ao peemedebista e disse 'sim'.

Vander Loubet (PT) votou 'não' e justificou que 'não dá para defender o indefensável'. O colega de partido, Zeca do PT, usou os dez segundo a que tem direito para votar 'não' e ainda criticar a gestão de Temer, o acusando de entregar o patrimônio brasileiro, agir contra quilombolas e indígenas.