Educação

Câmara discute implantação de assistência psicopedagógica na Rede de Ensino

Fonte: Da Assessoria CMC em 27 de Outubro de 2017

Projeto de Lei que dispõe sobre a implantação de assistência psicopedagógica em toda Rede Municipal de Ensino está sendo discutido na Câmara Municipal de Corumbá. De autoria do vereador Chicão Vianna (Solidariedade), a proposição objetiva diagnosticar, intervir e prevenir problemas de aprendizagem, tendo como enfoque o educando e as instituições de Educação Infantil e Ensino Fundamental.

A apresentação do projeto aconteceu durante sessão ordinária realizada esta semana e, conforme o vereador, a proposta é de "extrema importância e necessidade", principalmente pelo fato de que "a aprendizagem de todos os alunos é o objetivo maior das aulas de assistência ou reforço escolar. É uma ação que deve consolidar e ampliar conhecimentos, enriquecer as experiências culturais e sociais dos alunos e ajudá-los a vencer obstáculos em sua aprendizagem, favorecendo o sucesso na escola e na vida".

O vereador cita que o reforço não se restringe aos alunos com dificuldades de aprendizagem, e que a assistência psicopedagógica vai possibilitar a promoção de ações técnicas e pedagógicas que atendam as necessidades de aprendizagem dos alunos e o bom andamento escolar.

"A assistência psicopedagógica na Educação Infantil tem por objetivo desenvolver o raciocínio lógico através de jogos e brincadeiras lúdicas com a finalidade de um entendimento mais prazeroso", explicou. "Brincando, o aluno constrói significado, com o objetivo de assimilar os papéis sociais, o entendimento das relações afetivas e a construção do conhecimento", continuou.

Chicão salientou ainda que problema familiares, sociais e pessoais, também influem no aprendizado na criança. Durante a apresentação do Projeto de Lei, ele expôs estas situações e pediu apoio dos vereadores para a aprovação da proposta.

A proposta do vereador é que a assistência psicopedagógica seja prestada por profissional habilitado dentro das dependências da instituição de ensino, durante o período escolar, por professores especializados, psicopedagogo, assistente social e psicólogo.