Cidade

Na praça, missa celebra dedicação de Ruiter a Corumbá e seu povo

Fonte: Da assessoria PMC em 08 de Novembro de 2017

Missa foi celebrada na praça Generoso Ponce.

Renê Marcio Carneiro/PMC

A missa de sétimo dia em homenagem ao prefeito Ruiter Cunha de Oliveira - morto no dia 1° de novembro - pode ser traduzida como um grande momento de lembrança, agradecimento e reconhecimento à dedicação de Ruiter à cidade e seu povo ao longo de suas três gestões a frente da Prefeitura de Corumbá. A celebração realizada na noite desta terça-feira, 07 de novembro, reuniu familiares, amigos e populares na praça Generoso Ponce, na avenida General Rondon.

Presidida pelo bispo diocesano de Corumbá Dom Segismundo Martinez Álvarez e concelebrada pelos padres Fábio Vieira, Jacinto Ortiz e Celso Ricardo da Silva, a missa começou com a chegada da imagem de Nossa Senhora da Candelária - padroeira de Corumbá - à estrutura montada na praça.

A imagem da padroeira foi carregada pelo prefeito Marcelo Iunes; por Rodrigo Cavassa (filho de Ruiter); Luiz Mário do Nascimento Cambará (diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá) e por Paulo Guilherme de Arruda (diretor-executivo da Agetrat). A ‘Marcha a Corumbá', que se tornou o Hino de Corumbá por determinação da Lei Municipal 1.979/2007, durante a primeira gestão de Ruiter Cunha de Oliveira, foi executada pelo Coral Cidade Branca.

Ao lado dos filhos (Rodrigo e Rafaela), a ex-primeira-dama e secretária especial de Cidadania e Direitos Humanos, Beatriz Cavassa de Oliveira, agradeceu as manifestações de carinho da população dizendo que cada gesto foi importante para o marido e toda a família. Mais cedo, na missa celebrada durante a tarde no Santuário Nossa Senhora dos Remédios, em Ladário, Beatriz disse que Ruiter foi um homem "simples" que viveu "na simplicidade" e que deixou marcado "algo de bom" na vida de muita gente.

O prefeito Marcelo Iunes reforçou o compromisso de dar sequência aos projetos iniciados por Ruiter em sua terceira gestão e destacou o carinho do povo corumbaense com o prefeito, falecido aos 53 anos, em Campo Grande, após passar por uma cirurgia cardíaca de emergência devido a uma dissecção aguda da aorta. Para Iunes, esse carinho demonstrado pela população dá mais força para que possa "cumprir os compromissos" em prol do "desenvolvimento de Corumbá e do bem-estar dos munícipes".

Três momentos de forte emoção marcaram a missa. O primeiro deles foi protagonizado pelo radialista Jonas de Lima ao ler um texto descrevendo a sensibilidade, a dedicação, o trabalho, e o amor que Ruiter tinha por Corumbá e seu povo.

Em certo trecho, a mensagem dizia: "Este homem - que nos acostumamos a chamar de amigo, irmão, líder, companheiro de jornada, prefeito, gente da gente, alcalde, ou simplesmente ruiter - colocou na vida todo o coração que possuía: distribuiu alegria, inspirou poesia, construiu esperança, compartilhou sensibilidade (...) Com a intensidade de um coração maior que o mundo - transbordando de inquietude pelo bem dos que mais carecem, e de contentamento pelas conquistas de seu povo -, ele dedicou a vida à grande batalha da paz: construir, reconstruir, zelar, dialogar, unir, reunir, apaziguar, perdoar, amar...".

Outro momento aconteceu quando telões trouxeram imagens e ações de Ruiter Cunha ao longo dos três mandatos na Prefeitura de Corumbá. Por fim, representantes do programa "Povo das Águas", que teve início em 2009 durante a segunda gestão de Ruiter Cunha de Oliveira, deram um afetuoso abraço de agradecimento à família enlutada.