Política

Sugerida corrida de rua para reforçar campanha contra o câncer de próstata

Fonte: Assessoria Câmara em 08 de Novembro de 2017

A realização de uma prova pedestre, a "Corrida Solidária Novembro Azul", foi sugerida à Prefeitura de Corumbá pelo vereador e presidente da Câmara, Evander Vendramini (PP), com doação de parte do que for arrecadado com as inscrições para o Centro de Oncologia de Corumbá.

A iniciativa do vereador tem como propósito massificar ainda mais o "Novembro Azul" em Corumbá, campanha destinada à prevenção do câncer de próstata. "É uma boa oportunidade para reforçar a campanha e ao mesmo tempo, ajudar o Centro de Oncologia, revertendo parte do que for arrecadado com as inscrições, 50%, para esta instituição, responsável pelo tratamento de pessoas com câncer na cidade", explicou.

Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca), neste ano devem ser registrados 61,2 mil novos casos de câncer de próstata no Brasil. Dados do Ministério da Saúde indicam que 14.484 homens morreram em decorrência da doença no país em 2015. No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele não melanoma.

Além de sugerir a realização da prova pedestre alusiva ao "Novembro Azul", Evander está também solicitando à Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), o retorno das aulas de hidroginástica e a implantação de outras atividades vinculadas à melhor idade, no Centro Popular de Cultura, Esporte e Lazer "Nação Guató". "São atividades importantes para promoção da saúde e redução do isolamento social dessa camada da população", ressaltou.

Segurança
Evander sugeriu ainda à secretária de Educação, Maria Eulina Rocha dos Santos, e ao coordenador de Segurança Pública, tenente-coronel César Freitas Duarte, estudos no sentido de implantar um projeto voltado à segurança das crianças na entrada e saída das escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme).

"A questão ligada à segurança em escolas da Rede Municipal tem sido motivo de preocupação para a população e para as instituições que buscam solucionar este problema", disse o vereador. "Além das rondas ostensivas nas regiões, no horário de entrada e saída dos alunos, é necessário o envolvimento dos órgãos públicos como a Polícia Militar, Guarda Municipal, professores, diretores e a sociedade como um todo, por uma maior segurança de todos", completou.

Outro assunto levantado pelo vereador se refere aos serviços de podas de árvore na cidade. Por meio de requerimento, ele solicitou à diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente, Ana Claudia Boabaid, um cronograma em relação a este serviço necessário para minimizar prejuízos à rede elétrica e, ao mesmo tempo, evitar que as lâmpadas da iluminação pública fiquem cobertas pelos ganhos, deixando os locais escuros, trazendo riscos à população.