Política

‘PMDB está com a faca nos dentes’, diz Marun sobre Puccinelli presidente

Fonte: Paulo Fernandes/Midiamax em 16 de Novembro de 2017

Midiamax

Para o deputado, decisão de comandar o PMDB só depende de André

A prisão não arranhou a imagem do ex-governador André Puccinelli dentro do PMDB, na avaliação do deputado federal Carlos Marun. Se o partido estava preparando transformar a convenção em uma festa, agora deverá usar o evento como uma demonstração de força e desagravo.

"O partido está com a faca nos dentes", disse o vice-líder do partido na Câmara. "Quem vinha de carro está vindo de ônibus. O partido está muito unido em torno do André".

Antes da prisão, o PMDB já havia decidido que a presidência do partido ficaria com Puccinelli. Para Marun, isso não mudou e depende apenas da vontade do ex-governador.

O deputado voltou a dizer que a rapidez na decisão do desembargador federal Paulo Fontes, do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), mostra que a prisão foi injustificada.

Nesta quinta-feira (16), o PMDB de Mato Grosso do Sul adiou pela segunda vez a convenção. Agora, o evento está marcado para o dia 2 de dezembro. A decisão é para evitar que o assunto prisão ofusque o evento.

André Puccinelli e o filho, André Puccinelli Junior, foram presos na terça-feira (14) e, por decisão do desembargador federal Paulo Fontes, do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), soltos na quarta (15).

O ex-governador é suspeito de liderar um grupo criminoso responsável por superfaturar obras públicas, simular compras, cobrar propinas e lavar dinheiro.