Geral

GAECO deflagra operação Propaganda Enganosa em Campo Grande

Fonte: Assessoria de Imprensa MPE em 16 de Novembro de 2017

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado-GAECO, cumpre, nessa quinta-feira (16/11), oito mandados de busca e apreensão para apurar indícios da prática de crimes contra o patrimônio público, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Os alvos da operação nominada Propaganda Enganosa são três agências de publicidade e propaganda, que funcionam em Campo Grande, e que mantiveram contratos com o Governo do Estado nos anos de 2012 e 2013.

Segundo o GAECO, essas Agências são acusadas de repassar mais de 3 milhões de reais a outras empresas de fachada, ou seja, empresas localizadas no mesmo endereço, abertas em nome de laranjas, com funcionários insuficientes para a realização do suposto serviço contratado.

A movimentação bancária suspeita foi constatada inicialmente pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras - COAF e, via quebra de sigilo bancário, requerida pelo GAECO e autorizada judicialmente, onde constatou-se o montante do total repassado (cerca de 3 milhões), dos quais boa parte foi sacada na boca do caixa pelos investigados, ora sócios das empresas de fachada.