Economia

Economia deve movimentar R$ 38 milhões com 13° salário em Corumbá e Ladário

Fonte: Da assessoria PMC em 27 de Novembro de 2017

Até meados de dezembro a economia local deverá receber aporte de R$ 28,8 milhões com 13° salário.

Clóvis Neto/PMC

O pagamento do 13° salário deve injetar mais de R$ 28 milhões na economia local. É o que aponta um estudo da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural. O cálculo leva em consideração dados divulgados pela Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), ambos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Somando Ladário, a movimentaçãoo deve superar os R$ 38 milhões.

"No caso da RAIS, consideramos o estoque de todos os assalariados com carteira assinada, empregados no mercado formal, no setor privado, que trabalhavam em dezembro de 2016, acrescido do saldo do Caged de 2017 (até setembro, último dado disponível). Quanto aos valores das remunerações, utilizamos a média aritmética simples, informada pela RAIS no ano base de 2016, atualizado pela variação do INPC, no período janeiro-setembro de 2017", esclarece o estudo da Secretaria Municipal.

Em Corumbá, a injeção de recursos deve ser de R$ 28.824.250,26. Cerca de 16.680 empregados deverão receber o rendimento adicional de final de ano no município. Legalmente, a primeira parcela deve ser paga até 30 de novembro e a segunda até 20 de dezembro. Os dados constituem apenas uma projeção do volume total de décimo terceiro salário que será injetado na economia corumbaense nos dois últimos meses de 2017.

Tendo como base dados da RAIS do Ministério do Trabalho, a estimativa de valor de movimentação do 13° em Corumbá, por cada segmento econômico é a seguinte:
Extrativo Mineral - R$ 4.905.113,19

Indústria de Transformação - R$ 2.426.793,10

Serviço de Indústria de Utilidade Pública - R$ 439.394,76

Construção Civil - R$ 55.230,33

Comércio - R$ 5.306.633,83

Serviços - R$ 11.917.536,53

Agropecuária - R$ 3.773.548,51

Recursos formais
No levantamento da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Produção Rural não estão incluídos autônomos, pensionistas do INSS, assalariados sem carteira assinada ou trabalhadores com outras formas de inserção no mercado de trabalho que, eventualmente, recebam algum tipo de abono de fim de ano. Contudo, o estudo ressalta que esses valores também contribuem para a movimentação econômica.

Não foram levados em consideração, casos de categorias que receberam antecipadamente o 13° ou parte dele, por definição Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) ou Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Em 2017, o valor final da injeção do 13° salário teve redução se comparado com 2016 em função do setor da construção civil, que apresentou significativa perda de trabalhos formais ao longo de 2016 e 2017.

Corumbá e Ladário
Em Ladário, estima-se que haja uma movimentação de R$ 9.677.164,13 milhões, em função do pagamento do 13º salário. Considerando a disponibilidade de dados apenas da RAIS, excluindo o setor de Extrativa Mineral e Serviço de Indústria de Utilidade Pública, dos quais não há registro de dados para o Município.

Estimamos que os dois Municípios, juntos, deverão injetar R$ 38.501.414,39 milhões, em novembro e dezembro deste ano na economia regional, recurso do mercado formal. No Brasil, o DIEESE estima que será de R$ 200 bilhões.