Meio Ambiente

No Senado, Pedro Chaves defende preservação do Rio Taquari

Fonte: Da Assessoria em 14 de Dezembro de 2017

O senador Pedro Chaves (PSC) defendeu nesta quinta-feira (14), na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado, a preservação dos rios brasileiros em especial, a bacia hidrográfica do Rio Taquari que sofre há décadas, um dos maiores desastres ambientais do País. Segundo ele, o governo precisa investir em ações que abrangem a recuperação de matas ciliares para reconstituir o canal do rio e torná-lo navegável. "As matas ciliares protegem as beiras dos rios e sem elas, a areia toma conta formando bolsões dentro do rio. No caso do Rio Taquari isso é um grande desafio que precisa ser resolvido com urgência", declarou.

Na comissão, foi aprovada a criação de uma subcomissão temporária para tratar dos preparativos do 8º Fórum Mundial da Água, a ser realizado entre os dias 18 e 23 de março de 2018, em Brasília. Aproveitando o ensejo, Pedro Chaves mostrou sua preocupação com a questão ambiental. Ele destacou a visita do presidente Michel Temer e do ministro do Meio-Ambiente, Sarney Filho, no encontro ocorrido em outubro, na Fazenda Caiman em Miranda (MS).

"O ministro pode constatar na viagem à Miranda, que o rio (Taquari) se tornou uma lagoa devido ao processo de assoreamento. Ele e o presidente Temer estiveram lá conosco e puderam ouvir dos produtores rurais, uma proposta de preservação da bacia". A viagem, segundo o senador, trouxe bons resultados, pois o ministro e o presidente assumiram compromisso em resolver a situação da bacia hidrográfica.

Neste mês, o governo já definiu um programa de intervenção no Taquari que iniciará em março, com o lançamento de edital para captação de recursos que serão investidos na recuperação do rio. Conforme estimativa do Imasul (Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), estas intervenções irão consumir cerca de R$ 700 milhões a longo prazo.

"Finalmente nossa luta em benefício do Rio Taquari terá resultado. Acredito que agora temos uma decisão de governo concreta", declarou Pedro Chaves. Autor da proposta que cria o Fundo Pantanal, o senador tem sido um dos maiores defensores do meio-ambiente no Estado. Foi por causa da iniciativa dele que o ministro do Meio Ambiente e o presidente estiveram em Miranda em outubro. Desde então, as ações para preservar o Pantanal e o Rio Taquari têm tido diversas conquistas.

O Fundo Pantanal, por exemplo, foi aprovado no último dia 28 na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos), do Senado. O Fundo, tem como objetivo apoiar financeiramente os projetos de preservação do Pantanal, estimulando investimentos de controle, monitoramento e fiscalização ambiental. "Fico muito feliz em ver meu trabalho tendo resultados. A questão ambiental é uma preocupação que deve ser de todos", destacou o senador.