Cidade

Comandante da Guarda garante diálogo com moradores e novos projetos

Fonte: Assessoria PMC em 18 de Dezembro de 2017

A Guarda Municipal de Corumbá tem novo comandante. Marcial Jeske está à frente da instituição interinamente, conforme Portaria "P" nº 763, de 12 de dezembro de 2017. Desde o dia 14, quando publicada em Diário Oficial, Jeske comanda 220 guardas em parceria com o tenente-coronel César Freitas Duarte, diretor-executivo da Agência Municipal de Segurança Pública (Ageseg). Há nove anos na Guarda Municipal, graduado em Tecnologia em Processo de Produção e pós-graduado em Gestão em Segurança Pública, o novo comandante pretende aprimorar o trabalho de segurança pública realizada no Município.

"Até dia 02 de janeiro estarei comandando a Guarda. Estou aberto ao diálogo com toda a população, secretarias municipais e coordenações porque queremos ajudar no que for possível na questão da segurança pública e dar um novo rumo aos trabalhos, oferecendo aquela sensação de segurança. Estamos com as portas abertas para a população em todos os sentidos, tanto para elogios quanto para críticas e reivindicações em todos os bairros da cidade", afirmou Jeske.

O objetivo dele é realizar audiências junto aos moradores para poder formatar plano e mostrá-lo posteriormente. "Temos uma equipe formada e capacitada para receber reivindicações de todas as pessoas, ouvir representantes de bairros, conversar, manter o diálogo e traçar diretrizes, para em janeiro implantar tudo o que for necessário para melhorar a segurança da população", explicou o novo comandante da Guarda Municipal.

O diretor-executivo da Ageseg, tenente-coronel Freitas, afirmou que o novo comandante da Guarda representa "mudança" para Corumbá. "O prefeito entendeu que era hora de mudarmos os rumos da nossa Guarda Municipal e escolheu esse nome que tem uma boa receptividade. Poder Executivo, Secretariado, Poder Legislativo e a comunidade já conhecem o seu trabalho, o seu empenho, é uma pessoa extremamente carismática, um profissional dedicado, competente e que vai auxiliar muito na segurança pública do município. Temos vários projetos em andamento e ele comunga das mesmas ideias que as minhas e que as do prefeito Marcelo Iunes".

Freitas afirmou que Corumbá vive situação crítica por causa da fronteira seca que expõe a cidade a níveis de segurança que outras não experimentam. "Precisamos de uma atenção maior, somos sabedores do problema de efetivo que as polícias em Corumbá enfrentam, tanto a Civil, Militar, Federal e a Rodoviária também. Tudo isso preocupa o Município porque o prefeito quer segurança pública para a sua população, não só para corumbaenses, mas ladarenses e bolivianos que vêm movimentar a economia com compras e participação em eventos. Marcelo Iunes enxerga essa necessidade e tem cobrado muito do Governo Federal e Estadual investimentos na segurança pública. O prefeito acredita que, além de proteger o patrimônio público, a Guarda pode contribuir para proteção da população", finalizou Freitas.