Política

Com governadora em exercício, Iunes discute obras de infraestrutura urbana

Fonte: Da assessoria PMC em 11 de Janeiro de 2018

Prefeito discutiu cronograma de obras de obras de infraestrutura urbana do Estado em Corumbá.

Clóvis Neto/PMC

Na reunião com a governadora Rose Modesto, o prefeito Marcelo Iunes também discutiu o cronograma das obras de infraestrutura que o Governo do Estado está realizando em Corumbá. O prefeito discutiu o recapeamento de 102 quadras executados com recursos estaduais e as ações de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais no bairro Padre Ernesto Sassida. O encontro aconteceu no gabinete do prefeito na tarde desta quinta-feira, 11 de janeiro.

Para Rose, o chefe do Executivo corumbaense afirmou que as obras são fundamentais para "a melhoria da qualidade de vida da população". No caso do recapeamento de vias, Iunes destacou que a iniciativa permitirá o reordenamento da malha viária do município.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, são aplicados - pelo Governo - mais de R$ 11 milhões no recapeamento de 23 ruas e avenidas de um total de 273 mil metros quadrados que abrangem 102 quadras no município. O recapeamento feito pelo Estado, já em execução, vai contemplar as ruas João Bosco da Mota, Rio Grande do Norte, Marechal Deodoro, Pernambuco, Edu Rocha, Luiz Feitosa Rodrigues, Dom Pedro II, Major Gama, São Paulo, 15 de Novembro, 13 de Junho, Cuiabá, Gabriel Vandoni de Barros, Delamare, Alan Kardec, Marechal Floriano, Oriental, Cáceres, Sargento Aquino, Nossa Senhora de Fátima, São Judas Tadeu; além das avenidas General Rondon e Rui Barbosa.

A governadora em exercício informou que já está em fase de licitação o processo para realização de obras de infraestrutura urbana (pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais) na avenida Nossa Senhora das Mercês, no bairro Padre Ernesto Sassida. A principal via do bairro terá toda sua extensão pavimentada - 18.586 metros quadrados de área - e também serão executadas obras complementares de micro e macro drenagem (2.670 metros lineares) e 1.620 metros de drenagem do lençol freático, além da sinalização viária. O bairro já conta com rede de esgoto, implantada pela Sanesul. A licitação deve ser aberta pelo Estado em 29 de janeiro.

O Governo Estadual estima investimentos de R$ 8,4 milhões de recursos próprios na obra - valor que corresponde a contrapartida ao financiamento de cerca de R$ 125 milhões que o Município contratou junto ao Fonplata (Fundo de Desenvolvimento da Bacia do Prata).

Também participaram da reunião os secretários Municipais Rogério Leite (Saúde) e Cássio Augusto da Costa Marques (Governo), Beatriz Cavassa de Oliveira (Cidadania e Direitos Humanos), além do presidente da Junta Interventora da Santa Casa, Antônio Sabatel, e o secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra.