Esportes

Corumbaense começa com o pé direito e bate o Operário de Dourados por 3 a 0 no Arthur Marinho

Fonte: MS Esporte Clube em 17 de Janeiro de 2018

O Corumbaense estreou com o pé direito a temporada 2018 ao bater por 3 a 0 o Operário de Dourados, em duelo disputado na noite desta quarta-feira (17) em Corumbá, no estádio Arthur Marinho, na abertura do Campeonato Estadual. Os gols foram de Igor Pimentel, no primeiro tempo, e Guilherme e Geraldo "G9" na etapa final.

O duelo começou com um ritmo mais morno, apesar dos donos da casa terem a posse de bola e tentarem mais ações ofensivas. Aos poucos, o Carijó conseguiu cercar e pressionar os adversários douradenses e dominaram por completo a partida.

Aos 21 minutos, Willian chutou forte e a bola passou perto do gol defendido por Felipe, na primeira boa chance criada pelo Corumbaense. O atual campeão estadual quase abriu o placar sete minutos depois, em cobrança de falta após Agnaldo ser derrubado na entrada da área.

Outro lance de perigo foi aos 36 minutos. A bola foi alçada na área defensiva Operário, que viu o centro-avante Geraldo, o G9, subir para cabecear e tirar tinta da trave. Aos 40 minutos, o zero a zero persistia no placar e parecia que assim terminaria a primeira etapa.

Porém, um chute longo fez a torcida vibrar na arquibancada do Arthur Marinho. Igor Pimentel pegou a bola na intermediária e não titubeou em soltar uma bomba para o gol. O goleiro Felipe até saltou para a bola, mas não conseguiu segurá-la e a viu balança a rede do lado de dentro da meta.

Minutos depois, quase saiu o segundo. O atacante Guilherme apareceu na frente e tocou por cima de Felipe, porém a defesa correu para a cobertura e conseguiu tirar a bola que ia entrando dentro do gol. Assim, o primeiro tempo foi encerrado em 1 a 0.

Segundo tempo e dois gols
Já o segundo tempo começou mais lento, com o time da casa administrando mais a bola e buscando os espaços. O panorama seguiu com o Operário de Dourados dominado pelo Corumbaense, apesar do "pé no freio" dos defensores do título.

Só no meio da etapa final veio o segundo gol. Aos 19 minutos, em boa jogada pela direita, o lateral direito Robinho arrancou para o ataque e recebeu a bola enfiada. Robinho acabou sendo derrubado , já dentro da grande área e o árbitro marcou pênalti.

Na cobrança, Guilherme bateu no meio e o goleiro Felipe conseguiu defender com a ponta dos pés. Porém, a bola sobrou no meio da pequena área, livre para Guilherme só escorar para o fundo das redes, sem dar muitas chances de defesa para o adversário.

Daí em diante, o Corumbaense diminuiu de vez o ritmo de jogo e fez substituições para dar ritmo de jogo aos atletas. Entraram Everton Tiziu, Da Matta e Salomão, no lugar de Agnaldo, Guilherme e Willian, que ficaram em campo até o encerramento e viram o time fazer ainda o terceiro.

Aos 42 minutos, em jogada pela esquerda, o goleiro Felipe novamente não conseguiu defender a bola que veio em chute alto. Dessa vez ela bateu no travessão e sobrou no meio da área para Geraldo encerrar o marcador. Ao todo, o público no estádio foi de 2.976 pessoas, segundo informado pelo mandante, com renda de R$ 25 mil.