Política

Pedro Chaves troca de partido e pode ser aposta em coligação com PSDB

Fonte: Kleber Clajus/CGNews em 28 de Janeiro de 2018

O senador Pedro Chaves deve oficializar no próximo mês a troca do PSC para o PRB. Ele articulava eventual apoio a pré-candidatura do juiz Odilon de Oliveira (PDT) ao governo estadual, mas a mudança tende a colocá-lo mesmo no palanque do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Wilton Acosta, presidente estadual do PRB, agendou para o dia 26 de fevereiro o evento de filiação. Ao Campo Grande News ele relatou que "o próprio senador" anunciou, no sábado (27), sua decisão durante evento da sigla em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande.

"Faz parte da estratégia de crescimento e fortalecimento do PRB e creio que com a vinda dele, ficamos um pouco mais "fortes" na disputa para [deputado] federal e estadual. Todo o nosso entendimento passa por viabilizar a candidatura dele", ressaltou Wilton.

Ele reforça que agora só depende do governador o apoio. "Só não ficaremos com o Azambuja se ele não quiser ou se não for candidato".

Enquanto o senador não se pronuncia oficialmente, coube ao chefe do Executivo esclarecer que o PRB integra aliança, inclusive, com indicados na Funtrab (Fundação do Trabalho). Mas garante que é muito cedo para alguma definição sobre alianças.

"Ocupa espaço dentro do governo, mas isso não é garantia de que estarão nas eleições porque tem muito prazo e deleguei à executiva a conversa com os partidos", resumiu Azambuja, avaliando que a ida de Chaves ao partido faz parte da dinâmica de filiações pré-eleitorais.

O Campo Grande News tentou contato com Pedro Chaves, mas ele não retornou as ligações e mensagens enviadas até a publicação desta matéria.