Polícia

Polícia encontra catador de recicláveis morto na BR-262

Fonte: Rodolfo César/Correio do Estado em 28 de Janeiro de 2018

Divulgação

Antonio Luiz Rampagni de Moraes tinha 44 anos.

Vítima já foi investigada por crimes de furto e violência doméstica

A Polícia Civil recebeu denúncia e identificou um homem morto por volta das 12h de hoje, na BR-262, no município de Anastácio. Antonio Luiz Rampagni de Moraes tinha 44 anos e já respondeu ação por furto, tramitado em 2014 na 2ª Vara de Execução Penal. Na ficha criminal dele também constam casos investigados por tentativa de estupro, lesão corporal (violência doméstica) e ameaça.

O catador de recicláveis é natural de Corumbá e era conhecido como Luizinho, porém recentemente morava em Campo Grande, no bairro Jockey Club. Em 2016, ele cumpriu pena no Centro Penal Agroindustrial da Gameleira.

O corpo foi encontrado em avançado estado de putrefação em área perto de um posto de combustíveis, em estrada de chão que dá acesso a uma peixaria. A perícia criminal foi acionada, mas será preciso exame necroscópico para identificar se houve morte violenta.

A polícia identificou apenas que ele vestia short jeans, camisa branca com mangas longas, calçava um sapato tipo boot marrom e portava documentos pessoais.

O delegado Antonio Souza Ribas Junior, da Delegacia de Polícia de Anastácio, registrou a ocorrência como morte a esclarecer. Agora será investigado se Antonio Luiz tinha desafetos e testemunhas devem ser acionadas para dar detalhes de possível desaparecimento da vítima. Até o fechamento desta matéria ainda não havia informações sobre desdobramento do caso.