Esportes

Torcedores cariocas fazem mochilão pela América do Sul para ver o Vasco no Chile

Fonte: Felipe Schmidt/GloboEsporte.com em 31 de Janeiro de 2018

Andrey com a camisa do Vasco na fronteira entre Corumbá e Bolívia.

Arquivo Pessoal

Vascaínos estão há 10 dias viajando para ver estreia do time na Libertadores. E já planejam ir para a Bolívia em caso de classificação.

O jogo do Vasco com a Universidad de Concepción, nesta quarta-feira, no Chile, será a culminação de uma aventura que ficará marcada na vida de Breno Batista e Andrey Cardoso. Torcedores cruz-maltinos, eles empreenderam uma viagem de 10 dias, num autêntico mochilão pela América do Sul, para ver o time jogar pela Libertadores.

Os dois deixaram o Rio de Janeiro no dia 21 de janeiro. Passaram por São Paulo, Corumbá (Mato Grosso do Sul), Santa Cruz de la Sierra e Cochabamba (Bolívia) até chegarem a Iquique, no norte do Chile. De lá, foram para Santiago. Nesta quarta, estarão em Concepción torcendo pelo Vasco. Tudo de ônibus ou carona.

- Cruzamos a fronteira (com a Bolívia) a pé. Chegamos numa cidadezinha chamada Puerto Quijaro. A ideia é parar na Bolívia caso o Vasco passe de fase - contou Breno.

Torcedores acompanham treino do Vasco em Santiago

Em Santiago, os amigos tentaram ver o treino do Vasco no CT da Universidad de Chile. Barrados, deram um jeito brasileiro para acompanhar e, depois, tirar foto com os jogadores.

- Estávamos com um amigo da La U. Por um condomínio ao lado chegamos numa casa abandonada. Subimos no telhado e dali ficamos cantando, até a polícia chegar e nos expulsar - relatou Breno.

A aventura dos vascaínos tem novo capítulo nesta quarta-feira. Pela segunda fase da Libertadores, o Vasco enfrenta a Universidad de Concepción às 21h45 (de Brasília), no Estádio Municipal de Concepción.