Política

Cristiane Brasil é investigada por associação ao tráfico

Fonte: Brasil 247 em 03 de Fevereiro de 2018

Escolhida para ser sua ministra do Trabalho do governo Temer, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha de Roberto Jefferson, que já havia se envolvido em escândalo por não cumprir as leis trabalhistas, o que impediu sua posse pela Justiça até hoje, é também alvo de um inquérito do Ministério Público Federal que apura suspeitas de tráfico de drogas e associação ao tráfico durante a campanha eleitoral de 2010; o caso foi enviado à PGR, porque Cristiane possui foro privilegiado; ela, o deputado estadual Marcus Vinicius (PTB) e três assessores da época são acusados de dar dinheiro a traficantes em um bairro do Rio.

Escolhida pelo PTB para ser sua ministra do Trabalho, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha de Roberto Jefferson, presidente do partido, tem agora o nome envolvido em um novo escândalo.

Depois de vir à tona denúncias de processos trabalhistas de ex-funcionários da parlamentar, que não cumpria a legislação, o que impediu sua posse pela Justiça até hoje, Cristiane é também alvo de um inquérito do Ministério Público Federal que apura suspeitas de associação ao tráfico.

Segundo reportagem de Constança Rezende, do Estado de S.Paulo neste sábado 3, o caso ocorreu durante a campanha eleitoral de 2010. O inquérito foi enviado à Procuradoria Geral da República nesta sexta-feira 2, porque Cristiane possui foro privilegiado.

Ela, o deputado estadual Marcus Vinicius (PTB) - ex-cunhado de Cristiane - e três assessores da época são acusados de dar dinheiro a traficantes de Cavalcanti, bairro pobre da zona norte do Rio e uma das bases eleitorais da deputada, para ter "direito exclusivo" de fazer campanha na região.