Política

Contra Lula, Folha sabota o Datafolha, diz presidente do instituto Vox Populi

Fonte: Brasil 247 em 06 de Fevereiro de 2018

O sociólogo e presidente do instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, diz que a Folha de S. Paulo sabotou o instituto Datafolha ao divulgar a pesquisa que mostra o ex-presidente folgado na liderança, apesar da sentença do TRF-4; segundo ele, além de ignorar o cenário com Lula na disputa, o jornal camuflou a forte capacidade de Lula transferir votos a outro candidato; "Este, o aspecto mais relevante da pesquisa, foi escondido pelo jornal no canto inferior direito da página A5. Muitos leitores nem sequer o perceberam", diz Coimbra; "O debate nacional é enriquecido quando dados de realidade são camuflados? Só uma coisa é certa: perde o Datafolha, embora não seja quem faz o jornal", acrescenta.

O sociólogo e presidente do instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, afirmou nesta terça-feira, 6, que o jornal Folha de S. Paulo sabotou o instituto Datafolha ao divulgar os números da recente pesquisa, que mostra o ex-presidente Lula mantendo folga na liderança para as eleições de outubro, apesar da condenação no TRF-4.

Segundo Coimbra, a pesquisa do Datafolha tratou dos cenários com e sem o ex-presidente na disputa, mas o jornal "bagunçou tudo". "Recusou-se a destacar o fato óbvio identificado pelo instituto: Lula mantém-se em folgado primeiro lugar, apesar da caçada judicial a que é submetido e apesar do modo como a grande imprensa o apresenta", diz ele em artigo na revista Carta Capital.

Marcos Coimbra lembra também que a pesquisa do Datafolha mostrou que que Lula possui forte capacidade de transferir votos a outro candidato: no total do eleitorado, 27% dos entrevistados disseram que "(...) escolheriam com certeza um candidato que tivesse o apoio" do ex-presidente. "Ou seja, caso Lula não venha a concorrer, o primeiro lugar seria de quem quer que ele aponte (sem contar os outros 17% que afirmaram que 'talvez votassem' nesse nome)", diz ele.

"Este, o aspecto mais relevante da pesquisa, foi escondido pelo jornal no canto inferior direito da página A5. Muitos leitores nem sequer o perceberam. Ganha alguém com essas prestidigitações? O debate nacional é enriquecido quando dados de realidade são camuflados? Só uma coisa é certa: perde o Datafolha, embora não seja quem faz o jornal", acrescenta.